Melhor Longa Estrangeiro: o argentino MIA, de Javier Van de Couter

Melhor Longa Estrangeiro: o argentino MIA, de Javier Van de Couter

Nas margens do rio criou-se um povoado, habitado apenas por travestis e homossexuais, a Vila Rosa. Ale (Camila Sosa Villada) é uma das meninas transsexuais que vivem lá. Ela trabalha como catadora de lixo, e andando pelas ruas encontrou o diário de Mía, uma jovem mulher que morreu deixando seu marido, Manuel (Rodrigo De la Serna), e sua jovem filha, Julia (Maite Lanata). A simpatia que Ale sente por Mía ao ler o seu diário desperta nela o desejo de ocupar o lugar da falecida, e essa vontade levará Ale a descobrir a sua verdadeira natureza e quem sabe, o caminho para a felicidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *