estranho[1]

O Estranho

Francisco Hurtz discute a masculinidade e a inadequação em sua recente produção de pinturas na mostra individual pop up O ESTRANHO, paralela ao 23°Festival Mix Brasil. Durante a abertura, os curadores Tadeu Chiarelli e Bruno Mendonça discutem a história e os rumos da Arte Queer brasileira.

Serviço

Abertura
19 de novembro, das 17 às 22h

Bate-Papo com o artista e os curadores
19 de novembro, 19h30

Encerra
21 de novembro

Local
Galeria Emma Thomas
Rua Estados Unidos, 2205 – São Paulo – SP

Biografias

FRANCISCO HURTZ
Vive e trabalha em São Paulo. Em sua pesquisa artística, Hurtz aponta e fragiliza os mecanismos de construção da masculinidade e propõe a desconstrução da identidade do homem cisgênero através da Teoria Queer.
Obra 1 – Vigilantes – óleo sobre canvas – 2015
Obra 2 – Mentira – óleo sobre pedra – 2015
Obra 3 – Areia Movediça – aquarela sobre papel – 2013

BRUNO MENDONÇA
Curador, artista, professor e pesquisador de Arte Queer.

TADEU CHIARELLI
Professor da pós-graduação de Artes Visuais da USP, curador, ex diretor do MAC USP e atual diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *