22210218652_975531d62c_b[1]

Desamor

Desamor
Lovelessness
Teatro
Em um boteco sujo de um bairro popular na cidade de São Paulo, um taxista machista que não consegue amar ninguém e faz michê com seus clientes tenta entender a atitude de um dos seus passageiros e repensa sua vida. Em meio à cervejas e pastéis frios, ele trava um diálogo solitário com a lembrança deste homem nobre que, através de um gesto de generosidade, o faz repensar toda sua trajetória de vida e levá-lo à redenção de seus valores religiosos, sexuais, morais e éticos.
In a dirty bar in a popular district in the city of São Paulo, a sexist taxi driver who can not love anyone and is a hustler for his clients tries to understand the attitude of one of his passengers and rethinks his life. Amid the beers and cold pastries, he has a solitary dialogue with the memory of this noble man who, through an act of generosity, makes him rethink his whole way of life and takes him to the redemption of his religious, sexual, moral and ethical values.
Ficha Técnica:

Texto: Walcyr Carrasco
Direção: Lucia Segall
Elenco: Dionísio Neto
Atriz convidada: Jeyne Stakflett
assistência de direção e design gráfico: Marcos Miura
direção de arte:Davi Schumacker
figurinos, iluminação e trilha: Dionisio Neto
stylist: Marcos Nasci
operação de luz e som: Estefani Fontes
Fotos: Nelson Aguilar
Produção: Fred Fontes e Dionisio Neto

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *